Google+ Followers

terça-feira, 27 de julho de 2010

Myles Munroe - Ninguém me conhece - Nobody knows me - Parte 1

Olá queridos Amigos do Blog, Boa noite na paz do Eterno mestre Jesus, hoje estou postando um video de Myles Munroe no qual estava presente á muitos anos atrás, esse hoje e um líder de visão e paixão pela a palavra. veja essa palavra e seja impactado por verdadeiras revelações de Deus.

seu Amigo,

Marcelo Monteiro

terça-feira, 20 de julho de 2010

Nosso voto é importantissimo para o futuro do Brasil.


LEIS QUE TRAMITAM EM BRASÍLIA CONTRÁRIAS À IGREJA PRINCIPALMENTE EVANGÉLICAS.






O  DEPUTADO RODOVALHO
 NA CAMARA FEDERAL LUTANDO CONTRA.

 POR FAVOR LEIAM ,OREM INTERCEDAM E REPASSEM PARA O MUNDO.

 
'Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho.
 E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.'
 - Marcos 13:9 e 13
 
A Bíblia diz que no fim dos tempos os filhos de Deus serão perseguidos e odiados. Veja aqui abaixo algumas leis brasileiras, que, SE APROVADAS, impedirão a nossa ação à favor do Evangelho no Brasil:

·                      Será proibido fazer cultos ou evangelismo na rua (Reforma Constitucional)
·                         Cultos somente com portas fechadas (Reforma Constitucional)
·                        As igrejas serão obrigadas a pagarem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.

·                         Programas evangélicos na televisão apenas uma hora por dia.

·                         Pastor/Padres só poderão fazer programas de televisão, se tiverem faculdade de 'jornalismo' .

·                         Será considerado crime pregar sobre espiritismo, feitiçaria e idolatria, e também veicular mensagem no rádio, televisão, jornais e internet, sobre essas práticas contrárias a Palavra de Deus.

·                         Pastores/Padres que pregarem sobre dízimos e ofertas, dependendo do número de reclamações, serão presos.

·                        Pastores/Padres que forem presos por pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada (homossexualismo, idolatria e espiritismo) , não terão direito a se defender por meio de ação judicial.

·                         Igrejas que não realizarem casamento de homem com homem e mulher com mulher, estarão fazendo 'discriminação' , poderão ser multadas e os pastores/Padres processados.

·                        Querem que o dia do 'Orgulho Gay' seja oficializado em todas as cidades brasileiras.

Reforma Constitucional – Mudanças no texto da Constituição que garantem a liberdade de culto. Se aprovadas, fica proibido culto fora das igrejas (evangelismo de rua), cultos religiosos só com portas fechadas.

  1. Projeto nº 4.720/03 – Altera a legislação do 'imposto de renda' das pessoas jurídicas.
  2. Projeto nº 3.331/04 – Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das 'pessoas físicas'
    Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.
  3. Projeto nº 299/99 – Altera o código brasileiro de telecomunicaçõ es (Lei 4.117/62).
    Se aprovado, reduziria programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora.
  4. Projeto nº6.398/05 – Regulamenta a profissão de Jornalista
    Contém artigos que estabelecem que só poderá fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.
  5. Projeto nº 1.154/03 – Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso.
    Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esse atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.
  6. Projeto nº 952/03 – Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas.
    Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados 'criminosos' por pregarem sobre dízimos e ofertas.
  7. Projeto nº 4.270/04[/b] – Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil.
    Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.
  8. Projeto de nº 216/04[/b] – Torna inelegível a função religiosa com a governamental.
    Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.
Existem outros projetos em andamento que ferem princípios bíblicos, entre eles:
·                         Casamento de homens com homens e mulheres com mulheres.
·                         Estabelecer um dia oficial do 'Orgulho Gay' em todas as cidades brasileiras, entre outros.
 Divulguem isto para seus irmãos em Cristo!!! Passe para pastores das igrejas que vocês conhecem, para que todos estejam cientes, para não colocarmos pessoas que não entendam o amor de Deus no poder, e perder nosso direitos como pregadores da verdadeira Palavra de Deus!
Marcelo Monteiro

 

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Como devo me vestir para ir a Igreja?




Hoje em dia temos sido abalados de todos os lados em relação a como se vestir para ir à igreja, ou seja, “Qual roupa é apropriado para a casa de Deus?”.
Devido ao fato que eu basicamente nasci na igreja, tenho muita experiência pessoal em relação a esse assunto. Em geral existe uma regra só, seja escrito ou entendido, que você veste seu melhor para Deus, que pela aparência pode até fazer sentido. A minha pergunta é a seguinte: “Será que Deus se liga com nossas roupas, sendo que elas pelo menos são decentes?”, e disso eu te respondo: “Duvido”. A Bíblia é bem clara quando ela fala que Deus olha para o coração do homem, mas os homens olham para o exterior (1Samuel 16.7), e daí nós achamos não somente o coração de Deus, mas também a motivação do homem.
Sendo honesto, nós sabemos que são poucas pessoas que olham no espelho antes de ir para o culto e pensa, “Será que Deus vai gostar dessa camisa?”. Para quê? A gente não veste aquela camisa por Deus, mas para aqueles homens ou mulheres que vão nos ver e nos avaliar. Nós vestimos para chamar atenção de pessoas e receber elogios. Por que uma moça usa uma saia curta e uma blusa apertada? Por que um rapaz usa uma camisa “baby look”, um estilo criado para mulheres? Não tem nada a ver com Deus.
A verdade é que a igreja hoje em dia tem se tornada uma competição de beleza, um show de mostrar as últimas modas e modelos.
“Agora nós temos João Batista, e ele está nos mostrando sua nova coleção de verão com essas lindas roupas de banho”. E vem João entrando de sunga e uma camiseta de praia e passando pela frente de tudo mundo, girando e voltando. “Não fique fora da moda no seu próximo batismo, procure a marca JB que sempre te garante o melhor em roupas de banho”.
Fala sério, mas é isto que vemos. Pessoas que gastam horas e muito dinheiro para desfilar na igreja, criando regras que todo mundo tem que ser assim também. E se alguém não tem condições de alcançar o padrão? Vamos barrar ele de entrar? Acontece. Nós pastoreamos uma igreja na bacia Amazônica por três anos, numa vila ribeirinho que tinha 2.000 habitantes. Era uma vila simples com um povo simples que amavam a Jesus, mas eu te garanto que, se um deles fosse tentar entrar na maioria das igrejas aqui no Brasil, eles seriam barrados bem na porta. O jeito para muitos deles se vestir para o culto era bermuda, chinelo, camisetas e até boné; não porque eles queriam ser “rebeldes”, como nós julgamos muitos hoje em dia, mas porque eram as únicas roupas deles. Será que Jesus não aceitou sua adoração porque estava de bermuda ou boné? Duvido.
Tinha uma vez que um rapaz decidiu visitar uma igreja. Ele sabia que tinha algo faltando na vida dele e foi até a igreja para achá-lo. Ele curtiu o culto, apesar de ser um pouco estranho, mas ele gostou do calor do povo e todos os sorrisos. Depois do culto o pastor fez questão de chegar lá com ele para cumprimentá-lo e conversar um pouco. Disso o rapaz achou incrível, pois até o líder se importava com ele. Depois de um tempinho de conversa superficial, o pastor começou: “Meu querido, amado, sabe, existe uma maneira certa de se vestir para a igreja”. (O rapaz estava vestido de chinelas, bermudas, uma camiseta e boné.) “Ó”, respondeu o rapaz, “Eu não sabia”. “Sim”, continuou o pastor, “Mas, eu não quero criar regras. Então faz seguinte: vai para sua casa e, nessa semana, fale com Deus e pergunte a Ele como Ele acha que você deve se vestir nessa igreja”. “Tudo bem”. E o rapaz foi até sua casa. Na outra semana, ele voltou para a igreja e, mais uma vez gostou e, de novo, depois do culto, o pastor foi até ele para conversar, “Meu filho, eu não pedir você falar com Deus a respeito das suas roupas em nossa igreja?”. (Ele estava vestido da mesma maneira do que a semana antes.) “Sim, eu falei com Ele mesmo”. “E o que ele disse?” “Ele me falou que Ele não sabia de como se vestir para ir à sua igreja porque Ele nunca tinha visitado ela”.
A roupa não é o importante (se a pessoa está vestida numa maneira modesta para não escandalizar seu irmão e o levar a pecar), mas sim o coração.
1Timóteo 2.9-10; Quero também que as mulheres sejam sensatas e usem roupas decentes e simples. Que elas se enfeitem, mas não com penteados complicados, nem com jóias de ouro ou de pérolas, nem com roupas caras! Que se enfeitem com boas ações, como devem fazer as mulheres que dizem que são dedicadas a Deus!
Mateus 18.6-7; Mas qualquer que fizer tropeçar (pecar) um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar. Ai do mundo, por causa dos tropeços (pecados)! pois é inevitável que venham; mas ai do homem por quem o tropeço (pecado) vier!
Infelizmente a gente coloca muita importância na maneira que alguém se veste e, infelizmente, muitas pessoas boas, de situação financeira ruim, estão sendo ignoradas e excluídas das nossas igrejas ou, pelo menos, de poder servir nelas. Já percebeu que somente aqueles que “têm” se acham na frente com suas roupas lindas, sendo o “modelo” pra gente seguir? Qual foi a última vez que viu alguém na frente com uma calça rasgada? Claro que não. Tem pessoas que iam até dizer que isto é uma vergonha para Deus. Vai tomar banho!
Tiago 2.1-4; Meus irmãos, vocês que crêem no nosso glorioso Senhor Jesus Cristo, nunca tratem as pessoas de modo diferente por causa da aparência delas. Por exemplo, entra na reunião de vocês um homem com anéis de ouro e bem vestido, e entra também outro, pobre e vestindo roupas velhas. Digamos que vocês tratam melhor o que está bem vestido e dizem: “Este é o melhor lugar; sente-se aqui”, mas dizem ao pobre: “Fique de pé” ou “Sente-se aí no chão, perto dos meus pés.” Nesse caso vocês estão fazendo diferença entre vocês mesmos e estão se baseando em maus motivos para julgar o valor dos outros.
Claro que isso nunca acontece na igreja… E não se esqueça de deixar biscoitos e leite na mesa para o Papai Noel, pois ele vem em junho também. O capitulo fala mais ainda:
Tiago 1.9; Mas, se vocês tratam as pessoas pela aparência, estão pecando, e a lei os condena como culpados.
Acho que podemos já encerrar o show de moda de Jesus. Ele não se interessa.
Então, como nós devemos nos vestir na igreja?
Temos que pisar cuidadosamente aqui. Eu admito que detesto religião, e tudo que tem cheiro dela, mas, ainda assim, eu tenho um dever de respeitar aqueles da igreja que podem se sentir ofendidos pela minha maneira de se vestir, ainda se Deus nem liga. Existe uma geração mais velha que ralou e trabalhou para criar a igreja que existe hoje em dia e nós temos que respeitar isso, ainda se não concordamos com tudo que acontece lá dentro. E é aqui que nós temos que pensar em o que vamos vestir. Não adianta nada se a nossa liberdade ofenda nosso irmão. Romanos 14 fala do argumento sobre comida e dias especiais, por que uns achavam que uns dias são mais especiais ou algumas comidas não são permissíveis, mas no fundo de tudo é que cada um tem que se resolver com Deus e, ainda assim, isso não dá a ele liberdade de agir como quer.
Romanos 14.12-13; Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus. Por isso paremos de criticar uns aos outros. Pelo contrário, cada um de vocês resolva não fazer nada que leve o seu irmão a tropeçar ou cair em pecado.
BLH Assim, pois, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Portanto não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao vosso irmão.
Então se uma bermuda vai escandalizar alguém, é melhor nem usar. Ou se um boné vai escandalizar alguém, é melhor não usar também (segundo a minha esposa). Quem me conhece sabe do meu gosto por bonés. Desde criança eu sempre tenho usado e, atualmente, tenho 25 no guarda roupa. Mas, em qualquer igreja tradicional, eu não uso no domingo, pois eu sei que tem pessoas que não vão entender e iam ficar escandalizadas, se não ofendidas. E sempre tem aquele irmão querendo me ajudar de entender as escrituras que sempre cita 1Coríntios 11.4;
“Se um homem cobre a cabeça quando ora ou anuncia a mensagem de Deus nas reuniões de adoração, ele está ofendendo a honra de Cristo”.
E se eu fosse um estudante novo na palavra e não entendesse nada de exegese (a aplicação prática de hermenêutica em que a interpretação e entendimento do texto estão baseados em si requerendo uma analise das palavras significantes no texto; um estudo do contexto histórico e cultural; confirmação dos limites do texto, e examinando do texto está baseado em si.) Em outras palavras, só porque um versículo fala algo, nem sempre quer dizer que a Bíblia fala algo. Isto é geralmente onde as seitas começam. Pegam um versículo fora do contexto e fazem uma religião. Por isso temos que estudar para entender. Agora, voltando para o versículo que fala do homem cobrindo a sua cabeça quando está orando ou pregando é um assunto cultural da época. Naquele dia, os homens descobriram suas cabeças na adoração para mostrar o seu respeito e submissão ao Deus. E sem nos pegar só no contexto histórico e cultural, temos que também olhar para o contexto bíblico, os versículos ao redor desse (neste caso, os dois versículos seguidos).
1Coríntios 14.5-6; E, se uma mulher não cobre a cabeça quando ora ou anuncia a mensagem de Deus nas reuniões de adoração, ela está ofendendo a honra do seu marido. Nesse caso, não há nenhuma diferença entre ela e a mulher que tem a cabeça rapada. Se a mulher não cobre a cabeça, então é melhor que ela corte o cabelo de uma vez. Já que é vergonhoso para a mulher rapar a cabeça ou cortar o cabelo, então ela deve cobrir a cabeça.
Bom, o que posso falar? Se um homem, segundo a regra baseado no versículo 4, não deve usar um boné na igreja por questão “bíblica” (religiosa), então, segundo o mesmo critério usado para formar a primeira regra, devemos criar uma segunda: cada mulher que ora ou profetiza sem sua cabeça coberta deve raspá-la. Entendeu o buraco na lógica disso? Nós decidimos o que queremos e agarramos nele e jogamos o resto fora. Não pode ser assim. Se for uma desonra um homem usar boné, então temos que voltar à época em que as mulheres cobriam suas cabeças na igreja ou raspavam elas, o que eu devo admitir que seria bem ridículo. Biblicamente falando, se eu não estou ofendendo alguém com meu boné, Deus também não tem problema com isso. O problema com o boné, a bermuda, a camiseta, uma moça usando calças em vez de um vestido não está com Deus nem com a Bíblia, mas com os homens que não ficam contentes sabendo que o jugo de Deus é suave e a sua carga é leve (Mt 11.30), e querem criar regras que vão mostrar um nível de espiritualidade e santidade que é nada mais do que uma fachada e regras que Deus nunca queria para seu povo. Nisso pode concordar com a Bíblia:
Colossenses 2.23; As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria em culto voluntário, humildade fingida, e severidade para com o corpo, mas não têm valor algum no combate contra a satisfação da carne.
São regras humanas feitas pelos homens com, eu creio, corações bons, querendo ajudar, mas no fim acabou sendo mais um jugo sobre a noiva que não era para ser. Então, ainda temos que responder, “Como nós devemos nos vestir na igreja?”. Claro que de uma maneira modesta, mas o resto depende da sua igreja. Como eles desejam que você se vista? Liberdade em Cristo nunca é uma desculpa para a rebelião. Respeite as normas aceitas da sua igreja, mas questione o que não é bíblico.

Hoje você tem a escolha !!


O corpo é uma máquina, se você acostumá-lo em um ritmo lento, amanhã ele não será dinâmico e rapidamente vai engripando. A energia da juventude é o combustível que esta máquina necessita para produzir. Se você usá-la bem, ela te levará a patamares mais altos.

Provérbios 6:22 – I Coríntios 6:16 – Levítico 18:22-23
Envolvimentos errados causam grandes prejuízos.

Provérbios 11:14 e 24:6
Pedir conselhos para pessoas mais experientes e vitoriosas nos traz benção.
Pedir conselhos para pessoas derrotadas e pegar o caminho do fracasso.

Provérbios 22:3 e 27:12 – Não seja babaca!

Provérbios 23:7 – Tenha uma imagem positiva de si mesmo.

Provérbios 29:1 – O cabeção e teimoso se dá mal na vida.

Provérbios 20:1 – O álcool e as drogas roubam os melhores anos da vida de uma pessoa. Funciona como um anestésico. A pessoa entorpecida não produz e quem não produz, empobrece. (Provérbios 21:17)

Eclesiastes 11:9-10 - Deus te dá vitalidade, saúde, energia e liberdade pra você fazer o que quiser com sua vida. Mas um dia Ele vai te pedir conta. Aí não adianta chorar e falar que Deus é injusto.


Marcelo Monteiro

Eu particulamente não brigo por politicos, são todos farinha do mesmo saco.





Simão Jatene, recorde-se, foi compelido a abdicar de um segundo mandato em 2006, por força de um acordo de bastidores, pelo qual seria sucedido por quem sucedera, o seu mentor político de então - justamente Almir Gabriel (foto). Este moveu céus e terras para torná-lo governador, em uma disputa pontuada pelo escandaloso uso da máquina administrativa estadual e pelo acintoso abuso de poder econômico, a exemplo do que já ocorrera em 1998, na reeleição do próprio Almir Gabriel.
O acordo, que pretendeu transformar o exercício do governo do Pará em uma ação entre amigos, só foi tornado público após a derrota de 2006 de Almir Gabriel, que desde então acusa Simão Jatene de boicotá-lo e por isso hoje execra aquele que foi, até passado recente, seu amigo pessoal e auxiliar da mais absoluta confiança. Almir Gabriel emergiu de seu ocaso político para aderir à candidatura de Domingos Juvenil, que saudou como uma suposta “terceira via”, e protagonizar uma patética reconciliação com o ex-governador Jader Barbalho, que já teve como patrono político, ao torná-lo prefeito biônico de Belém e elegê-lo senador em 1986, e a quem malsinava, até 2006, como a quinta-essência do mal. Ironicamente, coube a Jader Barbalho, com o aval do presidente Lula, a responsabilidade pela engenharia política que tornou Ana Júlia Carepa a primeira governadora eleita pelo voto direto da história do Pará. Uma possibilidade na qual nem a própria Ana Júlia acreditava e que chegou a provocar-lhe um choro copioso, ao ser intimida pelo Palácio do Planalto a sair candidata ao governo !
Seu voto e muito importante pense nisso!

Será verdade isso meu amigo paraense?

Olá Amigos essa foi demais, você que e paraense ao olhar essa chargen você realmente acredita que o Dr. Jarde Babalho seria capaz de fazer isso com o presidente Lula? um homem como o Ex- governador que nunca agiu de má fé com o dinheiro público, o grande líder da política do meu Pará, bem essa fica pergunta vai ficar no ar para vc responder. hahahaha,

um forte Abraço, 
Marcelo Monteiro

Esse polvo e o mesmo da copa?


Essa e muito boa !!

O polvo profeta já esta com a agenda cheia, recebendo os candidatos do Brasil, principalmente os do Pará. 

Abraços, 
Marcelinho

domingo, 18 de julho de 2010

Ètica passe adiante




O que é Ética e o que é Moral?
O propósito do empreendimento ético é decidir o que é certo e o que é errado de se fazer. Sua preocupação principal é a conduta apropriada, mas também considera as atitudes e os motivos dos quais a conduta resulta. Conduta é o comportamento, o procedimento moral.
A distinção entre ética e moral é (basicamente) a diferença entre teoria e prática, ou pensar e fazer. Devemos observar a regra do ouro em Mateus 7:12 ("Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas"). Por que é difícil fazer as coisas certas? É mais fácil fazer o que é errado? Por que?
Tendemos a ser corruptos. O pecado é o aniquilamento do bem. O mal não tem existência independente (por si só ele não existe). Qualquer coisa má (atitude, comportamento, ação, pensamento, etc) é alguma coisa boa que saiu do controle. Exemplos: orgulho: amor próprio aumentado desproporcionalmente; ganância: apreciação por coisas que se tornou idolatria ou egoísmo, etc. Toda coisa má é alguma coisa boa que se corrompeu (se distorceu, saiu do controle).
Todos os seres humanos (sem exceção) foram criados para o bem; pois Deus nos fez a sua imagem e semelhança; com caráter e conduta semelhantes ao dele próprio; conferir em Gênesis 1:27,28 e I João 4:8 ("Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor"); mas infelizmente, a corrupção tem sido uma inclinação para o mal; é a ausência de uma coisa boa e necessária. É a atitude de se afastar de Deus; é a nossa rebeldia que ocasiona o pecado(Romanos 3:23 "porque todos pecaram e destituidos estão da glória de Deus").
O Espírito Santo constrói e restabelece o relacionamento com Deus; através do Evangelho (Boas Novas de Jesus Cristo), Ele estabelece a comunicação com Deus. Capacita a pessoa a aceitar o amor e perdão de Jesus Cristo; Ele cria e sustenta a fé.
O cristão é simultâneamente "duas pessoas": a velha e a nova. A primeira com idéias, valores e padrões distorcidos e suscetíveis (que recebe influência) de satanás. Já a nova pessoa tem comportamento que são parecidos com os de Jesus Cristo e suscetíveis a Deus. A nova pessoa tem aversão por coisas que ofendem a Deus e ferem os outros; opõe-se as influências más! ("what are you looking for the devil for, when you oughta be looking for the Lord?").
O que Deus faz por nós (através de Jesus Cristo e do Espírito Santo), nos dá razões para agirmos de acordo com a Sua vontade; temos o desejo de louvar a Deus e ajudar os outros. (Marcos 12:30-31 "Amarás, pois,ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças: este é o primeiro mandamente. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.").
Em discussões éticas, normas são instrumentos que indicam e medem a correção moral. "Há vários tipos de normas". O mais específico são as regras; muito práticas e concretas (ex.: não se embriague). Através das regras vem os princípios: "coma e beba para a glória de Deus" é uma maneira de expressar o princípio por trás da regra contra a embriaguez. O supremo propósito da vida é glorificar a Deus!!! Deus que fez os seres humanos, nos conhece melhor que nós mesmos! Embora escrita por homens, a Bíblia é a autêntica e autorizada Palavra de Deus; seu propósito principal é comunicar as boas novas do perdão através do Sangue, Morte e Ressurreição de Jesus, e dar-nos entendimento da vontade de Deus para as nossasvidas.
Justificação é o dom do perdão de Deus por amor de Jesus. Santificação é o dom de Deus na nova personalidade (pessoa), também por amor de Cristo ( por ter morrido em nosso lugar - sacrifício vicário).
O Fruto do Espírito descrito em Gálatas 5:22 é: amor (I Co. 13), gozo, paz, longanimidade (que não se irrita facilmente; suporta as adversidades: situações contrárias), bondade (indulgência, complacência, benevolência, tolerância), fidelidade(lealdade, firmeza), mansidão, domínio próprio (sereno, pacífico, calmo, tem humildade). É agradável render-se à vontade de Deus reconhecida como superior e melhor que a nossa. (Deus esquadrinha os nossos corações, não é por força, persuação, medo,etc.)
O desejo de testemunhar nasce diretamente da consideração à Deus. É o anseio de glorificá-lo e ajudar aos outros a notá-Lo e apreciá-Lo. A preocupação com as pessoas (com seu bem estar) é a fonte motivadora de testemuho. O amor manifesta-se no respeito aos outros.
Muitas qualidades surpreendentes caracterizam o amor* (conferir I Co. 13, Fil. 5:25,28,31,33; etc.). O amor não é só intensificação ou variação do amor por alguém (apego, inclinação a uma determinada pessoa); pelo contrário, tem elementos Divinos e transcedentes (superiores, e exteriores). É dom e ação de Deus. Para enfatizar a singularidade do amor que Deus gera na nova pessoa, o Novo Testamento no original grego emprega um termo especial: ágape. Outros tipos de amor (philía e éros) referem-se a outros tipos de amor humano.
Uma das impressionantes qualidades do amor é o desprendimento. O amor ágape é ativado não (somente) pelo atrativo ou utilidade do outro, mas sim pela sua necessidade. Mesmo os que são indignos e não merecedores tornam-se alvo. (Uma vez que não há digno ou merecedor, conferir Ef. 2; Jo. 3:16; Rom.3:23, Jo. 15:13; Rom. 5:8; etc.).
"Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dara a vida pelos irmãos" (I Jo. 3:16). A consideração pelos outros é a base da integridade Cristã. Amar os outros envolve perdão: "Mas se confessarmos os nossos pecados a Deus, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça" (I Jo. 1:9). De forma ampla, a ética cristão é uma tentativa de entender a vontade de Deus em assuntos difíceis e confusos que não são discutidos claramente. Isto requer sabedoria e ela pode ser nossa pelo pedir "Mas se alguém tem falta de sabedoria, peça a Deus, e Ele dará porque é generoso e dá com bondade a todos". (Tiago 1:5). Com isto temos a oportunidade de consultar a Deus na sua Palavra e Oração, somados ao auxílio do Espírito Santo.
Somente através da doação amorosa e vicária de Cristo podemos escapar da condenação e esperar o perdão (isto só é possível mediante a fé em Jesus Cristo: Ef. 2:8). Apenas o que crê é perdoado e salvo. Há pelo menos 3 fases para a resposta a fé:
1- descubro que preciso de Cristo e de Sua ajuda (estou consciênte que sou pecador e estou perdido sem Ele)
2- quero Cristo (desejo e anseio por Ele e seu auxílio)
3- aceito-O (confio em suas promessas, sei com certeza que possuo Aquele de quem preciso e quero).
Segurança temos de que nossas falhas não nos condenarão no julgamento final. Cada erro cometido, cada oportunidade para o bem não aproveitada, cada motivo e inclinação corruptos são apagados pelo perdão de Deus (perdão, este, que só tem aqueles que entregaram sua vida para Jesus e reconheceram-no como Único e Suficiênte Salvador, admitindo-o como autor e consumador de suas vidas). A verdade é que não há nada em nós para termos motivo de nos orgulharmos;a não ser da experiência da conversão. Se somos justificados é apenas porque reconhecemos humildemente o pecado e aceitamos o perdão de Deus por amor do sacrifício remidor de Jesus (morte/ressurreição).
A melhor e mais elevada liberdade é a oportunidade de se submeter à vontade de Deus (reconhecida como melhor), de encontrar satisfação na obediência a Ele.
Deus é desonrado por aqueles que dizem crer nele quando dão poucas evidências (provas) na sua conduta; mas Deus é notado e louvado como resultado de nosso progresso (resultado da nossa Salvação).
O padrão moral é o conjunto de crenças e julgamentos sobre o que é certo e errado fazer. Princípios são diretrizes mais gerais, regras são mais específicas; a direção à Deus é a base adequada para a ação. Ele promete graça para cobrir os erros éticos e morais que inevitavelmente cometemos, embora tentamos evitá-los concisamente!
Glossário
Virtude: Disposição firme e habitual para a prática do bem; boa qualidade moral; modo austero de vida; eficácia no viver.
Virtuoso: que tem virtudes.
Moral: Relativo aos bons costumes, atitudes (prática).
Ética: Ciência da moral; intelecto, modo de pensar

LIDERANÇA O DESAFIO DE NOSSOS DIAS




1. O LÍDER, SEGUNDO O DICIONÁRIO
-“Indivíduo que chefia, comanda e/ou orienta, em qualquer tipo de ação, empresa ou linha de idéias” (Aurélio).
-“Guia, chefe ou condutor que representa um grupo, uma corrente de opinião, etc (Aurélio).

2. DISTORÇÕES NO ENTENDIMENTO DO QUE SEJA LIDERANÇA
2.1. O líder é aquele que faz tudo sozinho.
2.2. O líder é aquele que dá ordens.

3. O CHEFE E O LÍDER
3.1. Chefe é alguém designado formalmente para coordenar um grupo. Seu principal instrumento para conseguir que os subordinados trabalhem é a autoridade hierárquica.

3.2. O líder é alguém que se sobressai por possuir uma capacidade inata de fazer com que as pessoas o sigam. Nem sempre é nomeado formalmente. Seu principal instrumento para fazer com que os liderados trabalhem é sua capacidade de motivação. O líder influencia as pessoas.

3.3. A sociedade seja ela qual for, é conduzida através do tempo e da história, de modo consciente ou inconsciente, por líderes que lideram os mais diferentes tipos de grupos de pessoas.

4. LIDERANÇA CRISTÃ
-É a liderança exercida pelo cristão (a pessoa que Deus escolhe, dirige, e capacita, para administrar a sua obra e o seu povo conduzindo-o como pessoas). É o Senhor quem levanta líderes no meio do seu povo (Jr 3.15; 23.4; Ef 4.7-12). Liderança é um DOM de Deus, mas pode ser aperfeiçoada: Moisés foi preparado “no Egito e no deserto de Midiã” (At 7.22; Ex 3.1); Josué foi preparado “através do convivio com Moisés” (Ex 24.12-14; 33.11; Nm 27.18); Davi foi preparado “cuidando de ovelhas” (I Sm 16.11; II Sm 7.8); Eliseu foi preparado “derramando água nas mãos de Elias” ( II Re 3.11); Timóteo teve em “Paulo uma fonte de inspiração” (At 16.1-3; II Tm 1.3-6).

4.1. Exemplos de lideranças cristãs:
· Liderança cristã no lar; na família: Gn 18.19; Et 1.22.
· Liderança cristã na administração da igreja: At 20.28 e Tt 1.5. Cf. a liderança de Moisés, Paulo, Tito.
· Liderança cristã no ministério: At 15.13 ( Tiago); 20.17 (Paulo).
· Liderança cristã no pastorado, junto ao rebanho do Senhor: Jo 21.16 (Pedro); 2 Jo v. l (João).
· Liderança cristã no ensino da Palavra: Ne 8.7,8 (os levitas); I Tm 2.7 (Paulo); At 18.24,25,28 (Apolo).
· Liderança cristã na literatura evangélica: Moisés, Salomão, Paulo, Lucas, João.
· Liderança cristã na juventude evangélica: José, Josué, Davi, Samuel, Daniel, Timóteo.
Ver l Tm 4.12 "Ninguém te despreze porque tu és jovem" (literalmente).
· Liderança cristã na música; no louvor e na adoração ao Senhor: Davi, Hemã , Asafe, Etã. (Ver l Cr 25. 1-5).
· Liderança cristã na administração e nas obras em geral: Neemias, Salomão.
· Liderança cristã na ciência: Salomão (l Rs 4.29-34).
· Liderança cristã nas artes: Davi, Bezaleel, Aolíabe.
· Liderança cristã na política: José, Davi, Isaias, Daniel. Ver Sl 78.72 (Davi).

5. LIDERAR
-É a um só tempo, planejar, organizar, dirigir, coordenar, controlar, e avaliar.
· Planejar. Tem a ver com o trabalho do líder, em geral, como um todo. É a função administrativa de prever e programar o trabalho, de modo generalizado. Em resumo: Planejar é estabelecer alvos realistas.
· Organizar. Tem a ver com o tempo disponível do líder. E consoante o tempo disponível que o líder agrupa recursos e fatores necessários aos planos já feitos. "Deus não é Deus de desorganização" (l Co 14,33 , literalmente).
· Dirigir e comandar. Tem a ver com as pessoas. É conduzir a organização, tomando decisões e controlando a execução de tarefas, e motivando as pessoas a ação: a) pelo exemplo; b) pela capacidade; c) pela experiência e d) pela dedicação ao povo e ao trabalho.
· Coordenar. Tem a ver com a integração das tarefas, visando a realização do trabalho como um todo. Coordenar, em liderança, é equilibrar a ação administrativa do líder.
· Controlar. É racionalizar, regular eficazmente as atividades, os desvios e distorções que podem ocorrer na função administrativa.
· Avaliar. Tem a ver com resultados. É a função administrativa de verificar os resultados, de acordo com as normas existentes e os padrões estabelecidos.

6. ESTILOS DE LIDERANÇA
6.1. Liderança carismática.
- Esta forma de liderança concentra-se numa pessoa-ídolo; uma espécie de "vítima" ou herói.
- Tal líder passa a ser tido como de origem fora do comum; quase um "sobrenatural".
- Esse líder surge nas crises da nação e do povo.
- Sob tal líder, o povo muda sua linha de raciocínio de um instante para outro.

6.2. Liderança reformista.
- Esta liderança concentra-se em promessas, esperanças e anseios do povo.
- É uma liderança hostil, agressiva, destruidora.
- Geralmente o líder é muito persuasivo.
- Nessa forma de liderança ocorre mudança de instituições, de governo e de organização social.

6.3. Liderança coercitiva ou autocrática (auto= de si mesmo; kratia= governo)
- Neste caso, há sempre “euquipe” e não “equipe”
- É uma forma de liderança fixa e totalitária.
- Usa a força como dinâmica; é monopolista.
- O líder decide tudo sozinho, ou porque teve uma formação defeituosa, ou porque considera os liderados incapazes de ajudar, ou porque não sabe aproveitar as potencialidades dos outros ou por tudo isso junto (determina metas sem a participação do grupo).
- É pessoal nas críticas e elogios ao trabalho de cada pessoa.
- A Palavra de Deus adverte: "Não como tendo domínio sobre a herança de Deus" (l Pe 5.3 ).

6.4. Liderança autêntica.
- É a capacidade de mobilização de forças e recursos para o bem comum.
- Lidera pela capacidade, pelas qualidades de liderança, pela influência.
- Preocupação com a cooperação do grupo.
- Esta forma de liderança é pacífica, benéfica, progressiva, espontânea, e transitória.

7. O QUE LEVA UM LÍDER A ADOTAR UM ESTILO
7.1. A maneira como foi criado.
A pessoa criada em ambiente autoritário tende a ser autoritária.
Pessoa mimada tende a ser irresponsável, inconsequente.

7.2. A maneira como foi ou é liderada.
Quando se lidera, se influencia a formação dos liderados.

7.3. A maneira como se chegou à liderança.
Se se chega à liderança em função do “magnetismo pessoal”, tem-se a tentação de subestimar as potencialidades dos outro. Alguém que é designado para liderar por ato determinativo, pode se sair muito bem ao se esforçar por ganhar a simpatia do grupo de maneira produtiva. Quem é escolhido pelo grupo já começa seu trabalho contando com a colaboração dos que o escolheram.

8. LIDERANÇA SEGUNDO A BÍBLIA
-Principais livros da Bíblia sobre liderança: Êxodo, Números, Josué, II Samuel, I Crônicas, Neemias, Filipenses, Tito.

8.1. A Santíssima Trindade e a liderança:
· O Pai (Sl 80.1 "Tu guias a José como a um rebanho").
· O Filho (Is 55.4). Aqui o Filho é profeticamente chamado "Príncipe dos povos". "Príncipe" é no original nagib = líder.
· O Espírito Santo (Jo 16.13) "guiará" é literalmente "conduzir" ao longo do caminho.

8.2. Qualidades de um bom líder cristão:
· Amor: Somente através do amor se pode conquistar o que há de mais precioso num relacionamento: a lealdade. “Se não tivesse amor, nada seria” (I Co 13.2).
· Capacitação divina: "Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens" (Mt 4.19), "Recebereis a virtude do Espírito Santo (...) e ser-me-eis testemunhas" (At l .8).
· Caráter íntegro: Caráter é o modo de ser, de sentir, de viver, e de proceder, de uma pessoa. O caráter está profundamente ligado à santificação e à fidelidade do líder cristão.
· Serviço: O líder cristão é um servo de Deus. Serve a Deus servindo ao próximo (Mt 20.26-28; 23.11; Jo 13.14).
· Fé em Deus: Fé é visão (Hb 11.1), fé é segurança (Sl 46.1-3).
· Submissão: Em primeiro lugar, submissão a Deus. Depois, submissão aos próprios líderes. Quem não sabe ser liderado, não sabe liderar. O que um líder faz com seus líderes, recebe de seus liderados (Gl 6.7).
· Autoconhecimento: Conhece as próprias habilidades e procura aperfeiçoá-las, para cada vez melhor utilizá-las.
· Autodisciplina (Autodomínio): O líder, antes de liderar os outros, deve liderar a si mesmo! Autodisciplina do corpo (l Co 9. 25-27); autodisciplina do coração, dos sentimentos (l Sm 16.6); autodisciplina da mente; do pensamento (2 Co 10.5); "temperança" através do Espírito Santo (Gl 5.22b).
· Obediência (Hb. 5.8): A obediência não nos é comunicada, nem transferida; é aprendida na escola do dever; da responsabilidade. Quem não é disciplinado na obediência, não deve dirigir, nem comandar. Há obreiros e líderes que só obedecem enquanto são pequenos, iniciantes e auxiliares. À medida que vão subindo, tornam-se indisciplinados e desobedientes.
· Maturidade social e espiritual: O fracasso de muitos líderes novatos (ou daqueles que nunca amadurecem) está relacionado a esta qualidade (Ec 10.16; l Tm 3.6).
· Humildade: Conhece e admite as próprias limitações para proteger os pontos fracos e, se possível, torna-los fortes. Jesus é visto como rei, em João, cap. 12, e a seguir, como servo, em João, cap. 13.
· Simplicidade: As coisas simples são mais funcionais (I Sm 17.49,50). Jesus, nosso maior exemplo, era um homem simples (Lc 15.2). No entanto, revolucionou o mundo!
· Competência: Conhecer o grupo; conduzir o grupo de forma a alcançar seus objetivos; aprimorar-se em relação ás necessidades do grupo e método de trabalho; manter o grupo em unidade (Ex 18.21).
· Iniciativa: Coragem de assumir responsabilidades. “Quem faz, pode até errar, quem não faz, já está errando”.
· Perseverança: Verdadeiros líderes vêem as dificuldades como desafios para desenvolver suas potencialidades. Falsos líderes os vêem como impossibilidades (Nm 14.24).
· Entusiasmo: Palavra de origem grega que significa “possuído”, “inspirado” por uma divindade. Jesus utilizava constantemente a expressão “tem bom ânimo” (Mt 9.2, 14.27; Lc 8.48), portanto ele próprio era uma pessoa animada. Tome como exemplo ainda o apostolo Paulo (Fp 1.18; Cl 2.6).

8.3. Características de um mau líder(um líder negativo)
· É desorganizado, e desordenado.
· É liberal na doutrina bíblica e nos bons costumes.
· Tem vida irregular, estragada (ele e a família).
· Usa de falsidade.
· É politiqueiro, briguento, e insubmisso.
· É reclamador crônico.
· É problemático. Ele mesmo é um problema; ele gera problemas; ele dá problema; ele “compra” problema; ele complica problema; ele "fabrica" problema.
· É autocrático, prepotente, ditador.
· É maledicente (fala mal dos outros).

9. CRÍTICAS AO LÍDER
· Jesus foi criticado (Jo 7.12)
· A ÚNICA maneira de você não ser criticado: Não diga nada; não faça nada; não seja nada.
· Saiba que você jamais agradará a todos.
· Os críticos do líder são uma minoria.
· A crítica pode ser uma inveja. Cf. Saul e Davi (l Sm 18.7,8).
· Nossos críticos podem estar certos, e daí?

10. REFLEXÕES FINAIS SOBRE LIDERANÇA CRISTÃ
· Devemos nos dar conta de que estamos marcando a vida de outras pessoas.
· Deus suscita líderes (Davi, 2 Sm 7.8), mas também encosta líderes (l Co 9.27).
· O líder precisa saber que ele não é indispensável na obra de Deus. Isto é, se ele se for, a obra de Deus não vai parar por causa dele. Por isso, o líder não pode pensar que ele pode fazer tudo na obra de Deus.
· Busque a Deus antes de qualquer decisão final ligada à obra de Deus.
· Consulte companheiros, líderes auxiliares, líderes antigos, e pessoas idôneas, inclusive as que viveram situações idênticas às que você venha a encontrar.
· Para tomada de decisões na solução de um problema:
· 1) Indentifiqe o problema aparente;
· 2) Analise os fatos;
· 3) Avalie as alternativas; e
· 4) Selecione a melhor solução.
· Saiba que Deus fala de muitas maneiras, e não apenas da maneira que você está acostumado a ouvi-LO.
· Nosso caráter, nossa responsabilidade, nossa “forma de ser” deve refletir o caráter, a personalidade e a forma de Jesus Cristo.

Marcelo Monteiro Corrêa
Pastor Sênior  do Centro Cristão da Família

Jó um Verdadeiro Adorador



 


 


 

Olá

Boa noite querido amigo do blog,

Bem hoje foi um excelente dia de aprendizagem, estive lendo meu quarto livro no mês de Julho, bem eu e minha família hoje foi visitar a Comunidade Ceia

(Comunidade Evangélica Integrada da Amazônia ) Pastoreada pelos os Pastores Lusa e Kelly, hoje o pastor ministrou uma palavra cheia de unção e revelação. Sobre a vida de Jó, usou um texto do capitulo 1 e 2. Bem algumas coisas me chamaram atenção na hora da meditação e quero dividir com você.

  1. Jó Significa no Hebraico (iyõbh ) Homem sem pecado
  2. Deus o Abençoou com Prosperidade Financeira e de Espírito
  3. Tinha uma Família muito unidade devido seu papel de sacerdote
  4. Homem que tinha uma vida de integridade e santificada
  5. Um Homem que confiava em Deus em todos os momentos
  6. Um verdadeiro Adorador.


     


     

    Bem quando vemos as lutas de Jó geralmente não fazemos a seguinte leitura quando ele perde tudo o que tinha ele se joga no chão diante de Deus e o Adora, quando leio isso fico pensando quantos de nós "adoradores" fazemos isso em tempo de lutas e tribulações. Geralmente queremos fazer a leitura somente da prosperidade de Jó, e quando passamos pelas as lutas diárias da vida queremos agir como a Mulher do irmão Jó ao abrir nossa boca e amaldiçoar a Deus. Bem no livro de levitico diz que aquele que amaldiçoar a Deus deveria morrer apedrejado. As vezes fico apaixonado pela misericórdia de Deus a nosso respeito.


     

    Bem queridos uma boa semana para cada um de vocês e realmente espero que em qual quer situação de sua vida somente Adore ao Senhor.


     

    Marcelo Monteiro

O Cristão precisa ser um modelo Cristo em tudo


 

Ética cristã no trabalho e nos negócios

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." Filipenses 4:8


A atual sociedade global em que vivemos nos faz depararmos com dezenas de situações em que são necessárias decisões quase que instantâneas; você certamente já ouviu falar que nos dias de hoje estamos vivendo em uma "Sociedade McDonalds", ou seja, uma sociedade que quer respostas imediatas. Fazemos escolhas, optamos, resolvemos e determinamos aquilo que tem a ver com nossa vida individual, a vida da empresa e de nossos semelhantes, no entanto queremos ver os resultados "fast" (rápido).


As decisões que tomamos são invariavelmente influenciadas pelo ambiente do nosso próprio mundo individual e social. Ao tomarmos uma certa decisão, o fazemos baseados num padrão, num conjunto de valores do que acreditamos ser certo ou errado. Isso é o que chamamos de Ética.


 

É comum nos dias de hoje ouvirmos falar da importância da Ética na vida pessoal e profissional, e certamente sua urgência ou necessidade se deve ao resultado dos prejuízos que o ser humano tem recebido de suas próprias irresponsabilidades.


A palavra "ética" vem do grego 'eqikh', que significa um hábito, costume ou rito. Com o decorrer do tempo, passamos a designar Ética como um conjunto de princípios ou regras ideais para que o ser humano viva em sociedade. Em um contexto geral, há inúmeras definições para a palavra ética, cito duas abaixo:
* "Ética é o conjunto de valores ou padrão pelo qual uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões" (Rev. Augustus Nicodemus Lopes).
* "Uma pessoa com princípios éticos e aquela que, podendo escolher livremente, elege o bem e não o mal e age assim de modo constante. A fonte da ética é a própria realidade humana, o ambiente em que vivemos" (Baseado no autor Jose de Mello).


 

Portanto, podemos ver nas citações acima que ética está completamente ligada ao comportamento humano, ou em outras palavras, a todas as atividades exercidas pelo ser humano.

Serão ética no trabalho e nos negócios compatíveis?

A credibilidade de um negócio, e portanto daqueles que trabalham para que esse negócio prospere, é o reflexo da prática efetiva de valores com integridade, honestidade, transparência, eficiência dos serviços prestados, respeito ao consumidor e a todos as demais pessoas que entramos em contato para fazermos um negócio prosperar.


Contudo, caro leitor, eu e você sabemos que esses princípios nem sempre são promovidos de maneira adequada em nossa sociedade, não é verdade? Stephen Covey, no seu livro Os Sete Hábitos das Pessoas Muito Eficazes, aborda duas suposições no campo da ética: "ética da personalidade" e "ética do caráter", respectivamente. A primeira, se é que podemos chamar de ética, valoriza somente o status social, o "Vencer na Vida", o "Ficar Rico, etc. Enfatiza o uso de técnicas manipulativas para ultrapassar as barreiras não éticas que podem levar ao sucesso na vida. No Brasil ficou mais conhecida como a "Lei de Gerson" (Levar vantagem em tudo!). Segundo Covey, ganhou um grande impulso após a Primeira Guerra Mundial.


A segunda enfatiza valores mais autênticos e permanentes, tais como integridade, humildade, fidelidade, persistência, coragem, justiça, paciência, modéstia, e a regra de ouro, "não fazer aos outros o que não quiser que os outros lhe façam". Se olharmos no decorrer da história, entenderemos que essas duas éticas sempre se confrontaram, só que nos parece que, a partir do século XX tem havido uma predominância esmagadora da primeira, você concorda comigo?
Concordo com Covey que essas duas éticas fazem parte de nossa tomada de decisões diariamente, afetando a nossa vida familiar, profissional, política e religiosa. E, portanto, afetam diretamente todos os trabalhadores e negócios. No dizer do conhecido Peter Drucker, o pai a administração empresarial, "o caráter e a integridade, por si só, nada realizam. Mas, a sua ausência aniquila todo o mais". Felizmente, parece que mais e mais ouvimos os grandes líderes desse mundo falarem em favor da ética do caráter, basta vermos o movimento dos governos e negócios. Há sem duvida uma preocupação generalizada com a ética.

Ética Cristã no Trabalho e nos Negócios, a Compatibilidade Segundo a Bíblia.

Do ponto de vista do cristão, ética é simples de compreender: agindo dessa ou daquela maneira, o que eu quero é cumprir a vontade de Deus. Mas será que tal afirmação nos mostra realmente que estamos fazendo a vontade de Deus? O que temos notado no mundo Cristão é que muitas pessoas que se dizem Cristãs pensam exatamente dessa maneira, tais pessoas determinam posições e comportamentos na esfera Cristã. No entanto, na minha opinião, tais pessoas estão simplesmente dando mais força à primeira suposição de Covey, o leitor concorda comigo?
A ética Cristã não pode ser fundamentada em A ou B, ou naquilo que pensamos ser certo ou errado, ética Cristã precisa estar totalmente interligada a um conjunto de princípios e fundamentos que precisamente encontramos nos ensinamentos de Jesus Cristo. A maneira como nos comportamos na sociedade, com atitudes sinceras e honestas mostra a referência que devemos possuir, a "Fé em Jesus Cristo".


 

Em resumo, a ética cristã é o conjunto de valores morais que encontramos unicamente na Bíblia, é por esse manual que todos nós deveríamos regular a nossa conduta nesse mundo, diante de Deus e de todos os semelhantes e de nós próprios. A Bíblia não é um conjunto de regras para que o homem possa chegar a Deus, mas é a norma de conduta pela qual poderá agradar ao Deus que já entregou a sua vida pelo ser humano, é de certa forma uma maneira de agradar ao nosso próximo, criando assim uma sociedade mais amplamente ética para todas as culturas.
Fiquem com Deus!

Marcelo Monteiro

sábado, 17 de julho de 2010

Sabádo - um dia de ver Televisão !

Olá Amigos, 

Boa noite, hoje foi um dia muito produtivo em relação a atualizações do meu blog e outras redes sociais que faço parte. Bem quero informar ao amigos que estou em Capanema esse fim de semana e no outro também, qual quer coisa e só ligar ou mandar um e-mail, na semana que vem vou trabalhar na atualização do nosso site www.casaapostolica.com.br. esta precisando de uma dedicação minha. Bem agora vou ver um filme e depois vou mandar umas palavras novas pro site da homel.com.br de propriedade do meu filho na fé Humberto (beto). já que ele esta atualizando o site também, um forte abraço a todos aqueles que estão  gostanto das palavras no blog. bem estou saindo por que a bateria do Netbook já foi . 
beijos,

Marcelo

Meu Voto e 43 ! Marina Silva

 
 
 
AQUI ESTÃO 12 RAZÕES PARA VOCÊ USAR QUANDO PRECISAR EXPLICAR RAPIDAMENTE POR QUE VOTAR EM MARINA SILVA.

  • Tem causa
    A causa de Marina Silva é a causa do planeta, da qualidade de vida tanto hoje quanto no futuro. É a nossa causa, dos nossos filhos, dos nossos netos, de toda a nossa descendência.
  • Quer desenvolvimento sustentável
    Marina Silva está em sintonia com os desafios do século 21. Ajudará o Brasil crescer, mas sabe que o crescimento é só uma ferramenta para que o país atinja o desenvolvimento econômico, social, ambiental e cultural, o verdadeiro desenvolvimento sustentável.
  • Conhece a pobreza
    Marina é Silva. Como a maioria das gentes no Brasil, nasceu pobre. Com força de vontade, com escola e com a ajuda de pessoas boas, superou tudo.
  • Valoriza a educação
    Alfabetizada aos 16 anos, tornou-se professora, vereadora, deputada estadual, senadora e ministra.Sabe da importância da educação. Seu projeto transformará o Brasil num país do conhecimento.
  • Dará oportunidades para todos
    Marina Silva oferece ao país a terceira geração dos programas sociais, com a capacitação e a inserção dos beneficiados no mercado de trabalho, de acordo com os potenciais de cada família.
  • É verde
    Marina Silva alia visão da qualidade de vida com a necessidade da preservação ambiental. É uma das 50 personalidades que podem salvar o planeta, de acordo com o jornal britânico The Guardian.
  • Tem capacidade de gestão
    Tranquila, mas firme, Marina Silva possui enorme competência. Foi sob sua batuta no governo Lula que o país diminuiu de forma drástica o desmatamento na Amazônia. O Brasil não precisa de gerente. Precisa de uma líder com visão de futuro, como Marina Silva.
  • Tem equipe
    Desde seu primeiro cargo, Marina Silva sempre se cercou de pessoas inteligentes, modernas e eficientes. É um imã de pessoas honestas e boas.Marina atrai competências.
  • Nova forma de governo
    Marina Silva não governa com apaniguados nem sob a influência das indicações políticas. Sabe ouvir, governa com a ajuda de especialistas, de técnicos. Pretende unir no governo o lado bom de cada administração pública.
  • É sucessora
    Marina Silva integra os avanços dos governos FHC e Lula.É o passo adiante para superar as deficiências que persistem no país.Não é uma opositora, que rejeita tudo, nem uma continuadora, que vê tudo positivo.É uma sucessora.
  • Combate ao desperdício
    Marina Silva tem história para combater a corrupção, para acabar com o loteamento dos órgãos públicos, para acabar com o desperdício do dinheiro público, do capital humano, das oportunidades, dos recursos naturais.
  • É mulher
    Marina Silva está em sintonia com o século 21. Ela acolhe e estimula o diálogo. É um novo modelo de liderança, que integra razão e emoção. Será a primeira mulher a cuidar do Brasil.
  •  

Casa da Marina !! saiba mas.

Casa de Marina
Uma Casa de Marina passa a existir quando a casa de um mobilizador torna-se referência e local de encontro para os moradores/frequentadores de uma determinada comunidade.
Uma Casa de Marina pode ser um espaço: de encontro, debate e reunião das pessoas; de distribuição de material de campanha; onde pessoas podem obter informações sobre Marina, suas idéias, seu programa de governo e as formas possíveis de apoio e colaboração com a campanha.
Para tornar o lugar onde você mora, trabalha e convive uma “Casa de Marina”, faça o seguinte:
  1. 1. Identifique o espaço como uma casa de Marina. Veja aqui as dicas de como fazer ou produza um banner para a sua entrada.
  2. 2. Inscreva a sua Casa de Marina no mapa do movimento. No mapa você verá as pessoas mais próximas de você. Que tal convidá-las para uma visita?
  3. 3. Abasteça-se de informações sobre Marina e o Movimento (confira os sites).
  4. 4. Produza materiais (faça-você-mesmo) ou abasteça-se dos materiais oficiais de campanha.
  5. 5. Participe da mobilização: realize encontros, agitos, eventos de rua, converse, convide pessoas... Faça o que você consegue e quer fazer.
  6. 6. Não se esqueça de registrar e compartilhar a sua ação e o funcionamento da Casa: poste fotos, vídeos e textos no site do Movimento.
A sua Casa de Marina pode ser ainda mais simples:
  1. 1. Identifique o espaço com as marcas de Marina e do Movimento.
  2. 2. Ajude as pessoas que baterem à porta a obter os materiais e as informações sobre Marina.
Só isso já será uma valiosa colaboração.
Último toque: dê um nome para sua Casa de Marina, de modo a facilitar a identificação pelas pessoas. Por exemplo, se a casa fica na rua Girassol, em São Paulo, chame-a de “Casa Marina Girassol”. Se fica no bairro do Prado, em Belo Horizonte, chame-a de “Casa Marina do Prado”. Se fica na Ribeira, em Salvador, chame-a de “Casa Marina da Ribeira”. Ou, ainda, o seu próprio nome ou sobrenome: “Casa Marina José Bento”, “Casa Marina dos Ferreira”, “Casa Marina da Cacá” e por aí vai...
Saiba como mobilizar:

na ideia - no som - no corpo - na articulação - na rua - no ônibus - na praça - na beira do rio - na casa - na mídia - no vento - na internet - no mapa - no planalto central

Veja aqui a primeira Casa de Marina
Descubra aqui como produzir um banner para ter +1 Casa de Marina e como fazer de seu blog uma casa. Veja ainda o que o site oficial de Marina publicou sobre o assunto: "Casas de Marina vão se espalhar pelo país"

Bem Obrigado Meu Deus pela Ficha Limpa !!

Ficha limpa pode impugnar 200 candidatos. Por enquanto

A Lei do Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10) já poderá tirar da disputa eleitoral de outubro pelo menos 207 candidatos. Entre eles, pesos pesados da política, como Joaquim Roriz (quatro vezes governador do Distrito Federal), Anthony Garotinho (ex-governador do Rio e ex-candidato à Presidência da República) e Jader Barbalho (ex-governador do Para e ex-presidente do Senado). O levantamento foi feito pelo e divulgado pelo Congresso em Foco.
O ‘rastreamento’ foi realizado nos sites das 27 unidades do Ministério Público Federal (MPF) mostrou que os procuradores eleitorais procuraram passar um pente fino em todos os registros apresentados à Justiça Eleitoral até a última segunda-feira (5).
Os dados foram recolhidos até às 22h de ontem (12). No entanto, os números devem aumentar, já que o MPE estuda, em vários estados, os registros de candidatura. Além disso, das 27 unidades da federação, somente 11 tinham colocado em suas páginas oficiais as listas com os pedidos de impugnação dos candidatos. Todas as ações devem ser julgadas até 5 de agosto, de acordo com o calendário eleitoral estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Bem se mulher vota em mulher coitado do Jatene

Olá Amigos do Blog,

uma bela tarde chuvosa em Capanema a terra do cimento, bem gostaria de compartilhar com você algo que li no blog da Gov. Ana Julía a respeito do voto feminino que me chamou muita atenção. Bem antes de fazer um coméntario diretamente a isso gostaria de compartilhar algo que ouvia de minha mâe quando pequeno ele dizia: " O Jader so ganha por que e Bonito, o Vic so Ganha por que também e bonito. e as mulheres votam neles, bem não sei ate tudo isso era uma verdade. Mas sei que esses dois sempre estavam ganhando votos femininos, agora ao ler isso fico pensando será que as mulheres realmente são assim votam simplismente por que um candidato e bonito ou por que ela e uma mulher creio que realmente mulheres devem votar pelo o melhor criterio que existe que o passado, presente e futuro de sua família etc. as mulheres devem votar em quem realmente se preucupa com a sua família, não estou aqui fazendo uma crítica a governadora mas não concordo com esse pensamento que mulher vota em mulher. creio mulher vota em quem tem compromisso com a sociedade em geral. bem leia e comente.
abraços. 
Marcelo

Trago ao palanque comentário de Maria do Socorro Damasceno, na caixinha do artigo Os passos firmes da vitória, ao mesmo tempo em que agradeço o imenso e verdadeiro carinho recebido do povo por onde tenho caminhado neste amado Pará:

Eis aí uma mulher de compromisso e que cumpre o que fala e o que promete.
Pessoas falaram que não ia adiantar,que ela não iria interceder por mim,mas se hoje estou bem perto de ter a minha moradia própria,agradeço primeiramente a Deus e a Ana Julia,que se comprometeu a me ajudar e me ajudou.
Desde de já convoco todas as mulheres do Pará a votar em Ana Julia,pois mulher vota em mulher,e caminharemos de braços dados rumo a vitória.

Avante todas as mulheres do Pará.

Maria do Socorro A.Damasceno.
Moradora do Conj.Augusto monte negro 1.
Bloco 7.