Google+ Followers

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Ministério Apostólico - Parte I



Um apóstolo é um dotado líder cristão, ensinado, comissionado, e enviado por Deus com autoridade para estabelecer o governo fundacional da Igreja dentro de uma designada esfera do ministério ao ouvir o que o Espírito está dizendo às igrejas e pondo as coisas em ordem, de acordo com a extensão do Reino de Deus.
Dons e MinistériosApóstolos, por definição, são a quem tem sido dado o dom espiritual de apóstolo pela graça de Deus. Este dom está listado entre muitos outros em 1 Coríntios 12. O mesmo capítulo, no entanto, indica que nem todos os que tem o mesmo dom têm o mesmo ministério, e nem todos os que tem o mesmo ministério tem a mesma atividade (veja 1 Coríntios. 12:4-6). Entre os que tem o dom de apóstolo, alguns tem o ministério de apóstolo vertical. Isto significa que estão em uma posição de liderança apostólica sobre uma rede de igrejas e ministérios ou uma rede de pessoas que ministram em uma esfera de certa afinidade, como mulheres, ou oração, ou juventude, ou adoração, etc. Outros são apóstolos horizontais que tem um ministério de convocação e de conectar pares, como outros apóstolos ou pastores ou profetas, etc.
Alguns são apóstolos territoriais, a quem Deus deu autoridade cobrindo uma determinada área geográfica, como um bairro, uma cidade, um estado ou uma nação. Outros tem autoridade em uma área social, como governo, finanças, mídia, etc.
Muitos apóstolos ministram principalmente na igreja nuclear, congregações de crentes que se reúnem aos domingos, ou agrupamentos de tais congregações, enquanto que outros são principalmente ministros da igreja estendida, que é a igreja no local de trabalho. Estes seriam denominados apóstolos da igreja nuclear em oposição aos apóstolos da igreja estendida ou no local de trabalho.
5 ministériosDons e Ofícios
O dom de apóstolo, como no caso de todos os dons espirituais, é dado aos crentes por Deus como Lhe agrada (veja 1 Co 12:11,18). Os dons espirituais são dados apenas pela graça de Deus.
No entanto, um ofício, tais como o ofício de apóstolo, não é dado pela graça, gerado pelas obras. Se Deus deu a uma pessoa o dom de apóstolo, o fruto desse dom será evidente para os outros e, no devido tempo o Corpo de Cristo vai conferir o ofício de apóstolo a essa pessoa. Este ato é mais freqüentemente chamado de “comissionamento”, e é realizado por apóstolos do mesmo nível representando a igreja e através da imposição de mãos. O título “apóstolo” é normalmente utilizado apenas por aqueles que tenham sido devidamente comissionados no ofício.
Qualificações dos Apóstolos
Certos requisitos se aplicam a todos os apóstolos, independentemente dos diferentes ministérios ou atividades que possa ter sido atribuída a eles por Deus. Estes incluem:
• Caráter Extraordinário. Apóstolos cumprem as exigências de liderança descritas em 1 Timóteo 3:1-7. Eles levam a sério a advertência de Tiago 3:1, de que eles serão julgados com um julgamento mais severo do que a maioria dos outros crentes. Eles são santos.
• Humildade. Jesus disse que somente aqueles que são humildes serão exaltados. Desde que apóstolos são exaltados por Deus (veja 1 Co 12:28), eles devem ser humildes, a fim de se qualificar.
• Liderança. Nem todos os líderes são apóstolos, mas todos os apóstolos são líderes. Apóstolos devem ter seguidores para verificar o seu papel de liderança.
• Autoridade. A característica que mais distingue apóstolos de outros membros do Corpo de Cristo é a autoridade que vem como parte e parcela com o dom de apóstolo.
• Integridade. Apóstolos são esperados para mostrar a integridade que vai levá-los a ser “irrepreensíveis” (1 Tm 3:2) e “ter um bom testemunho entre aqueles que são fora” (1 Tm 3:7).
O que todos os apóstolos fazem
• Recebem revelação. Apóstolos ouvem o que o Espírito está dizendo para as igrejas. Para alguns esta revelação vem diretamente, para outros através de relacionamentos adequados com os profetas.
• Lançam visão. A sua visão baseia-se na revelação que recebem.
• Trazem nascimento. Apóstolos são pessoas com iniciativas, que iniciam novas coisas.
• Eles governam. Apóstolos são hábeis em pôr as coisas em ordem.
• Eles constroem. Apóstolos lançam estratégias e acham formas de continuar um projeto ao longo de seu curso pretendido.
• Eles terminam. Apóstolos são capazes de levar um projeto ou uma temporada de Deus para a sua desejada conclusão.
• Eles guerreiam. Apóstolos são os generais do exército de Deus.
• Eles alinham gerações. Apóstolos têm uma longa perspectiva sobre os propósitos de Deus e levantam um segundo nível de liderança para o futuro.
• Eles equipam. Efésios 4:12 diz que os apóstolos equipam os santos para a obra do ministério.
• Enviam. Apóstolos enviam os que estão equipados para cumprir com o seu papel em estender o reino de Deus.

continua

Ap.Marcelo Monteiro

Nenhum comentário: